Buscar
  • Renan Alves

Desafio Ciclo 21: Os 21 erros que não te deixam emagrecer por Jussara Thomaz


Pode parecer contraditório, mas quem quer perder peso deve comer mais.

Quando falo em emagrecimento não estou falando somente de alcançar a tal barriga negativa, ou em ter um corpo considerado “perfeito”, com o mínimo possível de gordura e os músculos marcados. Estou falando da “busca por um organismo saudável”, com uma proporção equilibrada de gordura e massa muscular.

A decisão de escolher esse assunto para abordar o tema veio através de milhares de perguntas diárias que recebo nas minhas redes sociais de pessoas cometendo erros e não sabendo como lidar com esse assunto tão polêmico e relevante. Aqui abordarei os 21 erros mais cometidos nesse processo.

01- Cortar todos os carboidratos.

Precisamos consumir carboidratos pelo menos nas três principais refeições do dia e, de preferência, nas intermediárias também.Isso porque são eles que dão energia para o nosso cérebro e para os nossos músculos funcionarem.

Mas há representantes bons e ruins deste grupo. As farinhas refinadas, como a de trigo, têm um índice glicêmico maior do que o açúcar.

Nesse caso, o seu consumo diário, em excesso, pode nos fazer engordar demais. O ideal é darmos prioridade para os mais complexos, como as farinhas integrais, o arroz integral e as raízes como a batata doce e a mandioca.

Para que eles não nos façam engordar, basta comermos pouca quantidade por refeição. A quantidade ideal vai variar de pessoa para pessoa e este consumo deve sempre estar associado às verduras, frutas e cereais integrais, como flocos de quinoa, de aveia ou de linhaça, por exemplo. Eles fazem com que a absorção do que é ingerido seja mais lenta, evitando o aumento rápido da glicose no sangue, que promove a resistência à insulina, umas das possíveis causas do aumento de peso. Não devemos confundir as dietas lowcarb (baixos carboidratos) por cortá-los absolutamente de nossa dieta.

02-Comer somente proteínas

Nosso corpo precisa de equilíbrio, é isso que quero deixar claro nesse artigo. Portanto é fundamental consumir proteína e os demais alimentos aqui citados.

Sendo assim, optar só pela proteína pode causar sérios danos à saúde. Além da retirada da principal fonte de energia da alimentação, que pode levar à hipoglicemia, alterações intestinais, fadiga e até desmaios, é possível sofrer também com falta de ácido fólico. Outro risco grave é o de prejuízos aos rins,uma vez que a dieta rica em proteínas sem o adequado consumo de água sobrecarrega esses órgãos, causando elevação de ácido úrico no sangue, eliminação de cristais na urina, contribuindo para o surgimento de cálculos renais e, em casos extremos, podendo levar a convulsões. A dieta da proteína deve ser feita sempre com acompanhamento médico e sem a eliminação completo dos carboidratos.

03-Ficar sem jantar

É muito comum ver o jantar ser substituído por lanches, frutas, chás ou mesmo por um prato de salada com uma proteína.

Muitas vezes o jantar é visto como um vilão por aqueles que querem emagrecer. Seja com este objetivo ou mesmo pela praticidade.

É verdade que precisamos de uma quantidade menor de alimentos à noite, e que o ideal é comermos a até umas 21h, mas esta refeição também é muito importante e deve ser tão variada quanto o almoço, por exemplo, com alimentos de todos os grupos.

Você já deve ter ouvido falar que dormir bem ajuda a emagrecer ou que dormir mal engorda. É isso mesmo, durante o sono temos o pico da liberação do hormônio do crescimento e entre os adultos ele é o responsável por usar a nossa gordura como fonte de energia para as funções básicas. Porém, isso só vai ocorrer se, antes de dormir, tivermos nos alimentado de forma equilibrada.

04- Comer somente hortaliças

As hortaliças são alimentos com excelentes qualidades nutricionais, pois são ricas em fibras, vitaminas e minerais, porém são pobres em carboidratos e proteínas. Quem nunca escutou “agora vou viver de mato”… Normal escutarmos isso, mas completamente errado. Dessa forma, consumir apenas hortaliças como forma de emagrecimento é prejudicial ao organismo, podendo levar sim ao desenvolvimento de alguma carência nutricional. Para uma alimentação adequada e para emagrecer é importante adotar uma alimentação que contenha todas as fontes de nutrientes, ou seja, que esteja adequada em quantidade de carboidratos, proteínas, gorduras, além das fibras, vitaminas e minerais.

05-Ingerir somente líquidos

Nenhum alimento, por melhor que seja, irá funcionar sozinho.É importante consumirmos proteínas salada, frutas e legumes. Mas uma dieta que só tenha estes alimentos estará desequilibrada e não resultará em um emagrecimento saudável, duradouro e eficaz, ou seja com redução de gordura. Portanto, ingerir apenas chás, sucos verde ou de frutas não vai resolver.

06-Consumir produtos diet ou light

Não adianta trocar os produtos chamados de “ultraprocessados” como salgadinhos, bolachas recheadas , gelatina e refrigerantes, por exemplo, pelas versões com menos açúcar ou com menos gordura. Eles costumam ter diversos aditivos químicos que inibem a absorção de nutrientes necessários par o emagrecimento.

Ao invés de trocar os originais pelos diets ou light, seria mais eficaz reduzir bastante o consumo deste tipo de alimento, em qualquer versão. Quanto mais simples mais saudável, quanto menos processado mais natural.

07- Sempre ficar mais de 3 horas sem comer

Grande parte das dietas restritivas podem resultar em uma rápida diminuição do peso, mas você estará perdendo mais massa magra, músculos, do que gordura. Isso ocorre porque o nosso cérebro precisa de energia constante para funcionar e ele não têm como estocá-la, portanto, se deixar de receber combustível, ele irá preservar a nossa gordura corporal, como garantia de sobrevivência, utilizando os aminoácidos para nos dar energia.

Aqueles que seguem dietas restritivas com frequência, podem até perder peso, mas t a m b é m t e r ã o q u e d a d e c a b e l o , enfraquecimento das unhas, flacidez muscular, um sistema imunológico mais debilitado, irritação e noites mal dormidas, entre outros sintomas.

Entenda quem quer emagrecer deve comer mais…e não parar de comer. Parece paradoxal, mas é verdade!

Comer mais alimentos de qualidade, mais frequentemente, de preferência de 3 em 3 horas, de forma mais fracionada, com menores quantidades em cada refeição e mais variedade, e consumir alimentos de todos os grupos.

08-Contar calorias

A contagem de calorias deveria ser um hábito ultrapassado, mas ainda é muito comum. Escolher um alimento apenas pela quantidade de calorias que ele tem é um critério muito limitado. Vou dar dois exemplos. Você pode comer uma porção de gelatina com pouquíssimas calorias e nenhuma fibra, vitamina e mineral, que colaboram com o processo de perda de peso. Ou optar por uma porção de abacate, uma fruta considerada calórica, mas que é composta por uma gordura boa, que também nos auxilia a emagrecer. Qual seria a escolha mais acertada? Mais uma vez, é necessário buscarmos o equilíbrio. Já foi comprovado que o excesso de peso é um processo inflamatório gerado m a i s p o r c a r ê n c i a s n u t r i c i o n a i s , principalmente de vitaminas, minerais e ômega 3, do que pelo excesso de qualquer outra coisa.

09-Cortar gorduras

O corpo precisa de três macro nutrientes. Já falamos dos carboidratos e as proteínas , agora é a vez da gordura.

A gordura não é aquela vilã que durante muito tempo fomos levados a acreditar que era e, mais do que isso, ela pode ser até mesmo sua aliada na dieta, desde que consumida da maneira correta!

Um grama de gordura possui duas vezes mais energia do que um grama (carbo /proteína) . Logo, se você não tem gordura na sua dieta é como se não tivesse combustível para queimar calorias.

Portanto, se você quiser perder peso, o ideal é que consuma gordura, principalmente aquela que vem de fontes não saturadas, monoinsaturadas e poli-insaturadas.

Isso porque, os alimentos que contêm essas gorduras, como peixes, sementes, nozes, vegetais, azeite, abacates, etc. trazem consigo toneladas de nutrientes.

Além de remover o colesterol LDL das artérias e promover um coração mais saudável, a gordura insaturada pode ajudálo a queimar gordura sem reduzir as calorias necessárias.

10- Exercitar-se somente e nada mais

O exercício estimula a liberação de h o r m ô n i o s n o c é r e b r o , c h a m a d o s endorfinas, que te fazem se sentir melhor, mais calma e com a mente mais clara.

O Programa de treinamento Ciclo 21 irá te auxiliar nesse processo de uma forma motivadora como jamais vista antes, além de ser adicionado em sua rotina uma variedade de exercícios que estará contribuindo para o sucesso do seu emagrecimento.

Como criadora do Programa de Treinamento Ciclo 21, pude acompanhar centenas de mulheres evoluindo rapidamente com os treinos do programa, alinhados com uma alimentação balanceada.

Não tem segredo, o sucesso do seu emagrecimento é incorporar exercícios na sua rotina diária e respirar corretamente. Esteja atenta à respiração. O Programa de treinamento Ciclo 21 irá te auxiliar nesse processo de uma forma motivadora como jamais vista antes, além de ser adicionado em sua rotina uma variedade de exercícios que estará contribuindo para o sucesso do seu emagrecimento. Respirar atentamente antes e durante o seu exercício , vai melhorar a sua performance. Mas não reserve esse momento apenas para o treino. Essa prática vai lhe ajudar a definir suas intenções, se conectar consigo mesma, relaxar etc.

11-Fazer atividade física em jejum

Fazer exercícios aeróbicos em jejum divide opiniões. Há quem defenda que o estômago vazio turbina a queima de gordura, outros especialistas são totalmente contra.

No nosso manual sugiro que não se realize a prática do Programa de Treinamento Ciclo 21 em jejum. Cuide para que sua alimentação esteja equilibrada em nutrientes, com alimentos saudáveis e em quantidades adequadas e também cuide para que a ingestão seja fracionada ao longo do dia, assim os seus resultados serão potencializados ao praticar o programa de Treinamento Ciclo 21.

Lembre-se, a alimentação pode ser ótima aliada para a perda de peso, melhora de rendimento e recuperação muscular. Caso contrário, você pode sentir tontura e desmaiar por causa de hipoglicemia, que é a diminuição do açúcar no sangue. Acredite: tomar um suco ou comer uma fruta antes de malhar é melhor do que fazer jejum. Sem ter de onde tirar energia para o exercício, o organismo vai procurar outras fontes, como o músculo, você acaba sacrificando sua massa magra ao invés de queimar gordura.

12-Falta de Metas Lógicas e Realizáveis

Se você traçou a meta de emagrecer, o primeiro passo é contemplar essa decisão, pois propor uma mudança de hábitos desse porte já é muito importante.

Há quem queira eliminar alguns quilinhos e deixe esse plano só no pensamento.

Portanto, ao propor mudanças e traçar metas para tirá-las do papel, você já estará um pouco mais próximo do seu objetivo.

Você poderá traçar metas reais que ao serem alcançadas, dão um estímulo no processo de emagrecimento.

Mas não fique focado só no peso, deixe a balança de lado e foque em outras métricas, observe as roupas ficando largas e seu bem estar.

13-Falta de organização e de planejamento

Organize-se! É importante ir ao supermercado já tendo (anotado) o que você irá comer naquela – semana, se não anotar irá pegar nas prateleiras coisas desnecessários que não estão incluídas em uma dieta saudável. Lembre-se que é um processo de mudança de hábito e isso exigirá uma grande organização e planejamento para que você não boicote o sucesso de seus planos.

Planeje as suas refeições saudáveis e a sua rotina de exercícios no dia anterior. Planejamento e organizaçã o são fundamentais nesse processo.

Organizar seus ambientes faz parte do seu planejamento e seus resultados correspondem a 80% do seu sucesso

O que você tem colhido hoje pode ser o resultado de uma vida sem planejamento e, se você tiver em mãos um plano detalhado e executá-lo corretamente, certamente os resultados virão.-

14-Beber líquidos enquanto come

Quando ingerimos muito líquido durante as refeições, a concentração de ácido clorídrico presente no estômago diminui e algumas enzimas são diluídas.

O excesso de líquido também diminui a absorção de alguns nutrientes importantes. Portanto, o ideal é beber 30 minutos antes de comer ou uma hora depois.

15-Falta de mastigação

O cérebro precisa de um tempo para processar que você está saciado. Um intervalo de 20 segundos entre cada garfada contribui para comer menos e evitar aquela sensação de barriga cheia. Sendo assim, faça as refeições com calma, sem pressa e mastigando bem os alimentos.

16-Não beber ao menos 2 litros de água por dia

Apesar de não ser bem-vinda durante a refeição, a água é essencial para manter nossas funções fisiológicas e também é importante no processo de emagrecimento.

Como cerca de 60% do nosso corpo é composta pelo líquido, a indicação de, ao menos, dois litros por dia garante uma boa hidratação, principalmente nos dias mais quentes.

Quem não é muito fã de água, pode apostar na água de coco, rica em sais minerais, ou nas águas aromatizadas, que dão um gostinho especial na bebida.

Vale colocar folha de hortelã, rodelas de laranja ou limão, fatias de abacaxi e paus de canela para deixar a bebida mais saborosa.

17- Não gostar de mudança de hábitos

Mudar nossos hábitos, sair da zona de conforto dói .

Por isso devemos estar preparadas para driblar nossa mente quando ela tentar boicotar o nosso plano de emagrecimento.

Pensando nisso eu criei no #desafiociclo21 aulas de mentalidade para ajudar as nossas alunas a manterem o foco e a disciplina no processo de emagrecimento.

18-MENTALIDADE

Falar em “mindset” está em alta, mas você sabe o que significa essa palavra?

É o seu padrão de pensamentos, é a sua mentalidade diante de você mesmo, dos outros, do mundo, enfim, da sua vida. Esses padrões podem ser modificados e se você tem um “mindset” negativo e estático, nunca vai te permitir alcançar seus objetivos.

Sim, é isso mesmo! Perder peso deve ser o resultado e não o objetivo.

Ao contrário, seus objetivos devem ser ter uma alimentação mais saudável, mudar hábitos ruins, melhorar sua rotina, ter mais saúde física e mental, estar bem e feliz com você mesmo.

O emagrecimento será uma consequência de tudo isso e, mais ainda, uma sem sofrimento e definitiva.

Se emagrecer for seu único objetivo, quando alcançar o peso desejado, você vai relaxar e abandonar as mudanças que te fizeram emagrecer.

Uma vez que isso acontecer, logo voltará a ganhar peso e entrará no conhecido efeito sanfona.

19- Nutrir sentimentos negativos

Você escolhe qual energia e frequência vai estar durante o dia. Você pode levantar agradecendo, apreciando, sorrindo ou pode acordar praguejando, reclamando da vida e dizendo que tudo vai dar errado.

Independente de uma possível lei da atração, nós enxergamos o mundo de acordo com o que sentimos. Você já deve ter reparado que em determinado dia, você olha para o espelho e adora a imagem que vê, e outro dia acha que não poderia existir imagem pior. Isso acontece justamente porque você estava sentindo coisas diferentes nesses dias.

Mude os seus sentimentos negativos para pensamentos positivos e veja a mágica de acordar com o pé direito acontecer todos os dias. Se veja magra, sinta isso no fundo do seu coração … Visualize seus objetivos, se quer ser magra, comece a se imaginar com o corpo que deseja. Se veja daqui a 30 dias, dois, quatro, seis meses, um ano e pense em como vai se sentir sem estes quilos extras.

Pense na imagem que vai ver refletida no espelho. Pense em como vai poder comprar e usar as roupas que quiser.

20- Reveja suas recompensas e punições

Quem disse que a comida é uma recompensa e atividades físicas são punições?

Você disse!

E disse diante das suas experiências anteriores. O quanto antes você mudar essas concepções, melhor será. A comida é só a comida e tem suas funções. Uma atividade física é uma atividade física que também tem suas funções.

E quais são as funções da comida e da atividade física?

A comida tem por objetivo nutrir e fortalecer mente e corpo. As atividades físicas tem o objetivo de gerar hormônios do bem estar, te dar ânimo e disposição, modelar seu corpo e, c o n s e q u e n t e m e n t e , m e l h o r a r s u a autoestima e saúde. Com certeza são funções positivas!

A comida tem por objetivo nutrir e fortalecer mente e corpo. As atividades físicas tem o objetivo de gerar hormônios do bem estar, te dar ânimo e disposição, modelar seu corpo e, c o n s e q u e n t e m e n t e , m e l h o r a r s u a autoestima e saúde.

Ora, com funções tão positivas, certamente você merece os dois! Você merece se cuidar!

21-Falta de Paciência

Ter paciência, é muito importante para quem está perdendo peso de forma saudável e definitiva. Você não ganhou 5, 10, 15 quilos da noite para o dia, precisa entender que o caminho reverso pode levar algum tempo.

Procure melhorar 1% por dia, aos poucos vai ver seus objetivos cada vez mais perto, até para evitar lesões.

Quando você procurar melhorar um pouco a cada dia, sinta a emoção ao vê-la a no espelho. Pense em como vai poder comprar e usar as roupas que quiser. Pense no que as pessoas vão dizer, no que você vai dizer para você. Pense nas melhorias que vão acontecer na sua vida e saúde.

Crie e implemente todos esses passos em sua vida e, em pouco tempo, esses novos comportamentos saudáveis irão se tornar parte de sua vida e rotina. E lembre-se você nunca mais estará sozinha nesse processo de transformação. Estarei com você a partir de agora em busca da sua melhor versão.

“Os 21 Erros que não te deixam emagrecer” é somente o começo e um presente do Programa de Treinamento Ciclo 21 feito com muito estudo, dedicação o e amor para você!

Conheça um pouco mais sobre o Desafio Ciclo 21, nas redes sociais: InstagramFacebookYoutube

E aí, preparadas?

#dieta #emagreciemnto #emagrecimento #treinamento

6 visualizações